Sobre

 Boas, Leitor. Aguarde só um pouco enquanto acabo de escrever uma teoria... Estava a brincar, nem sequer sou eu quem escreve os artigos! Eu contratei uma pessoa para o fazer e assinar em meu nome. E é precisamente essa pessoa que está a escrever estas palavras que o leitor está a ler. Mas muito provavelmente vai deixar de o ser, uma vez que essa pessoa acabou de me denunciar...

 É o seguinte, Leitor... Oh espere, que falta de educação... Posso tratá-lo por leitor, certo? Se eu quisesse tratá-lo pelo seu nome próprio provavelmente acabaria por errar. Não é verdade, Aníbal? (Deixe-me adivinhar, o seu nome não é Aníbal, pois não?). Pois... Talvez seja mesmo boa ideia tratá-lo por Leitor... A não ser que se trate de uma Leitora, o que neste caso complicaria bastante esta situação. Mesmo que o Leitor seja uma Leitora, considere que "Leitor" abrange ambos os géneros. Pode ser, Esmeralda? (Voltei a errar no seu nome, não foi?)

 Deixemo-nos de formalidades e passemos ao que interessa.
 A verdade é que ganhei finalmente coragem para criar um blog. Faz alguns meses que o bichinho da blogosfera me atacou, no entanto usei sempre um insecticida. Porém, este acabou por se esgotar e fui obrigado a criar um blog.(Esta piada foi patrocinada por um Mata Mosquitos)


 A forma como escrevo é, para mal de alguns, a mesma forma como penso e falo.

 A partir daqui e em todos os artigos neste blog, o meu objectivo será partilhar com o Leitor as minhas teorias da melhor maneira possível (que eu creio não existir).

 Quanto a mim, o autor, vou por agora preferir manter o anonimato pois nunca se sabe quando posso dizer algo que não deva e, para além disso, isto cria mistério em torno da minha identidade. Admita, Leitor, que neste momento está a pensar "Oh meu Deus, quem será este admirável indivíduo cujas teorias são tão enriquecedoras?"

 Ou, sendo mais realista, "Quem será esta valente besta que têm a decência de escrever tamanhas barbaridades?"

1 comentário: