24 dezembro 2013

Tradições de Natal Bizarras #1 - O Tronco que Defeca Presentes

 Olá Leitor! Com que então em plena época natalícia, hein... As correrias à zona comercial mais próxima, o esforço por pensar em algo mais criativo para oferecer do que meias ou Mon Cheri, as publicidades de Natal que já começam a fartar... Ah, como eu adoro esta altura do ano!

 E o melhor do Natal é toda a panóplia de tradições que existem. Uns escolhem peru, outros preferem o bacalhau; nós abrimos as prendas no dia 25, os espanhóis esperam até ao Dia de Reis...

 E levado pelo espírito Natalício que paira agora pelo ar decidi levar a cabo uma investigação sobre as mais curiosas tradições de Natal em todo o mundo. E devo dizer que os resultados são, deveras, curiosos. Desde troncos de árvores que defecam a gatos assassinos, o Natal tem de tudo.

 Hoje falo-lhe do "Tió de Nadal", o tronco que faz cocó.

21 dezembro 2013

1 Ano de Teorias!

21 de Dezembro de 2012

 Uma data que ficou para a história. Porquê? Porque nesse dia, segundo a civilização Maia, seria o fim do Mundo. Todos esperavam alguma catástrofe, um meteoro, um enorme sismo... Mas nada disso aconteceu e o mundo permaneceu igual. Ou quase... 

 Em vez disso, algo atingiu o mundo da Internet: este blogue. Por isso, em retrospectiva, talvez tenha mesmo ocorrido uma catástrofe, mas só ao nível da blogosfera.

 E agora 1 ano, 6000 visitas, 37 artigos, 5 seguidores e muita palermice depois, tudo parece igual ao que estava há 12 meses atrás. O que não é de todo algo negativo.

 O blogue não atingiu nenhuma dimensão épica mas a verdade é que eu também não esperava que atingisse. E a realidade é que não me dediquei tanto a ele como tinha planeado quando decidi criá-lo. Tudo parece muito giro ao inicio quando projectamos algo que soa bem, mas a dedicação e o incentivo necessários para o fazer acabam por ser como o dinheiro no nosso país: escassos.

 As Teorias não têm nenhum tema específico, não têm um assunto regular pelo qual as pessoas se possam interessar. E assim o blogue continua a ser aquilo que eu sempre disse que seria: um simples depósito para as minhas ideias parvas.

 Ao falar assim parece que vou acabar este post dizendo que vou desistir e não voltar a escrever. Mas não. Sei que por muito idiotas que sejam os artigos, há sempre alguma pessoa a lê-los. E mesmo que não houvesse, ao menos as minhas ideias ficariam registadas na blogosfera para que num futuro longínquo alguém as descubra e conclua que eu sou, de facto, um génio palerma.

 Mesmo sabendo que o que escrevo não é algo que prenda as pessoas a este blogue, ao menos descarrego as minhas teorias idiotas aqui para que os meus amigos e familiares não tenham de "gramar" com elas. [Ironicamente são os meus amigos e familiares que constituem a maioria dos visitantes deste blogue...]

 Não prometo escrever artigos regularmente, nem sequer os planeio. Eles simplesmente hão de aparecer porque todas as Teorias surgem do mesmo modo que surgiam há um ano atrás: quando menos se espera...