30 abril 2013

25 de Abril - Quando as Paredes Tinham Ouvidos...

 No passado dia 25 de Abril fez exactamente 39 anos que Portugal deu uma volta de 360º. Sim, 360º, pois feitas as contas demos uma volta tão grande que acabámos no mesmo sítio... Se bem que de uma maneira diferente... Contraditório, pensa o Leitor. Sim, de certa forma.

 A volta que demos foi como o contorno a uma rotunda em que voltamos ao ponto de partida, mas em esse ponto já não é igual ao que abandonámos sem deixar, porém, de ser o mesmo. [Sim, hoje deu-me para deixar o cérebro dos meus Leitores a deitar fumo].

 No entanto não estou aqui hoje para escrever um artigo comparando a economia do pré e do pós 25 de Abril. Penso que 39 anos depois da Revolução de 1974, devemos reflectir acerca de muito mais do que apenas isso.

 Se tal Revolução não se tivesse dado, ainda andávamos por aqui a vaguear contendo as nossas opiniões sem as poder partilhar com ninguém uma vez que nessa altura as paredes tinham ouvidos, quase Literalmente.

 Humoristas, opinadores ou simplesmente aquelas tristes pessoas que decidem criar um blogue onde descarregam as suas suas maiores parvoíces [O quê?? Quem?? Desconheço tais pessoas...] não poderiam ser o que são actualmente.

 "Liberdade de Expressão" é algo a que nos dias de hoje devemos aprender a dar valor... Devemos entender a sorte que temos em poder dizer livremente as maiores barbaridades [Mais uma vez desconheço quaisquer pessoas que o façam].

 E foi basicamente esse o objectivo deste artigo: Mostrar aos Leitores que tenho noção da sorte que tenho em viver no Portugal pós-Revolução dos Cravos e que por muito parvas que sejam as minhas opiniões, a verdade é que são opiniões e uma vez que estamos num país livre, porquê contê-las?

27 abril 2013

Febre Smartphonofoide

 É oficial:o uso dos smartphones está a ultrapassar a barreira do "normal". A utilidade destes computadorzinhos está a atingir proporções exageradas.

 Uma pequena visita a um portal de aplicações para smartphones chega para nos depararmos com algumas que são, no mínimo, idiotas.

 Um exemplo que despertou a minha atenção foi uma aplicação que nos permite usar o telemóvel para comandar o televisor. MAGIA! Já não teremos de nos levantar para mudar o canal ou o volume nos botões do televisor! Oh... Esperem... Já existe uma traquitana para esse efeito que, se bem me lembro, dá pelo nome de "TELECOMANDO". Não sei se conhecem. É um dispositivo rectangular que possui algumas teclas...

 "Teclas", eu sei que é uma coisa do século passado... Agora carrega-se directamente no ecrã. É mais giro...



 E quem diz esta diz muitas outras aplicações inúteis, algumas delas com propósitos totalmente descabidos em que apenas os mais ignorantes acreditam. Parece que estamos a voltar àquela época em que passavam na TV anúncios de personalizações para telemóveis em que à distância de um sms (e da módica quantia de 4 euros semanais) poderíamos ter, por exemplo, aquela fantástica câmara raio X que permitia ver através das roupas de quem nos apetecesse.

 Enfim, eis uma boa forma de enganar os mais ingénuos (e também os mais desesperados).

13 abril 2013

A Páscoa Trouxe Más Notícias ao Coelho [Não o da Páscoa, o outro, o Ministro]

 Confesso que estou um pouco desiludido com o Mundo... Anda aqui uma pessoa a tentar alimentar um blogue cuja existência só faz sentido quando acontecem coisas parvas ou dignas de paródia e o mundo lembra-se agora de ficar quieto... É que não há condições!

 Não há uma única gafe cometida nos media, nem uma situação caricata em que as palavras proferidas por um político possam ser propositadamente mal interpretadas, nem sequer uma polémica exagerada nas notícias da TVI! [Nota-se muito que estou a tentar arranjar desculpas esfarrapadas para a falta de Teorias nos últimos tempos?]

 Quem só nestes últimos dias tenha chegado a Portugal nem se dará conta de que somos um país que vive à base intrigas e confusões que nem interessam ao Menino Jesus...

  NÃO, não é esse menino Jesus... É o outro, o Messias. Aquele cuja ressurreição foi comemorada há pouco tempo... Estão a ver quem é, certo?


 Por falar em Páscoa, o que tem acontecido deste então? Ao que parece, o coelhinho da Páscoa trouxe a demissão do ministro Miguel Relvas. (Quem sabe se o Pai Natal não lhe trará um Mestrado.) E estas são más notícias para o outro Coelho. Vocês sabem, aquele, o Pedro Passos...

 Para além disso, tal como em qualquer embalagem de "Kinder Surpresa", há sempre um brinde que não nos agrada. Neste caso, o facto de ter saído um ministro para entrarem dois novos. Para ser assim mais valia não ter saído ninguém!! Se a situação continuar a evoluir na mesma proporção esperamos que não se demita mais nenhum senão o parlamento torna-se uma autêntica confusão... Oh, esperem, já o é...


 E pronto, é isso que tenho a dizer por hoje. Nota-se muito que estive aqui a encher chouriços, não nota? Enfim, sofri de um grave caso de "Blackout" Creativo.

 Sim, porque, embora não pareça, todas as teorias deste Blogue são fruto de uma mente brilhante, magnífica, estupenda e maravilhosa... Estava a brincar!!! Ahaha, agora apanhei-vos...



01 abril 2013

TVI Reduz o Número de Telenovelas e Aumenta o Tempo de Anúncios

 A pedido de várias famílias por programação mais diversificada, a TVI decidiu que era altura de reduzir o numero de telenovelas emitidas dedicando a programação a algo diferente e mais interessante.

 Desse modo, o Canal Privado baixará o número de telenovelas em transmissão de 10 para 9,5, ou seja, uma delas verá o tempo de duração dos seus episódios reduzido para metade, metade essa que será preenchida com Anúncios Publicitários que, segundo o canal, são algo a que é importante dedicar mais tempo.  

 O Canal diz ainda que é nestes Anúncios Publicitários que a TVI tem falhado em trazer aos seus espectadores mais e melhor conteúdo. É por essa razão que a partir da próxima semana a Propaganda passará a construir um segmento próprio na programação, para além da Publicidade mostrada nos intervalos dos programas. 

 E como é óbvio, esse novo programa dedicado apenas à transmissão de publicidade contará com um passatempo para os espectadores de casa em que será necessário fazer uma chamada de valor acrescentado, valor esse que será aumentado de 0.60 € para 1€ mais IVA.

  Bom, digamos que esta foi apenas uma pequena brincadeirazinha do dia 1 de Abril. Como é óbvio todos os factos acima referidos são pura parvoíce do Autor deste blogue.

 Como partida do Dia das Mentiras pensei em anunciar uma falsa despedida afirmando que o blogue iria acabar, mas tendo em conta a ainda pequena audiência de Leitores das Teorias concluí que talvez fosse arriscado afirmar tal coisa uma vez que alguém ainda poderia acreditar. Na volta ainda haviam pessoas que ficariam felizes por isso, então decidi não arriscar...

  Peço-lhe agora, Leitor, que deixe uma mentira criativa deste "April Fools Day" nos comentários. E não vale escrever "Este blogue é o máximo." ou "O autor das Teorias é um gajo altamente." uma vez que ambas as afirmações são claramente verdades indiscutíveis...